A Rússia aplica fortes restrições contra as atividades missionárias e mesmo diante dessa situação, muitas igrejas esperam usar a Copa do Mundo para evangelizar, dessa vez, sem uso de panfletagem nas ruas, como os cristãos fizeram há quatro anos.

Aprovadas em 2016, as leis anti- evangelismo da Rússia impedem fiéis de compartilharem sua fé fora dos prédios da igreja sancionados pelo governo. Isso se aplica aos doze locais que hospedam os jogos da Copa do Mundo.

Não havendo também cristãos de outras partes do mundo, indo à Rússia para ajudar no evangelismo. O governo, que possui laços apenas com a Igreja Ortodoxa Russa, fechou grupos de missões estrangeiras, parou de emitir vistos para missionários e ameaçou deportar visitantes que violassem as restrições.

Para não serem barradas pelos regulamentos do governo, mais de 400 igrejas evangélicas de Moscou, São Petersburgo e outras cidades sediarão os jogos para exibir as partidas durante o torneio internacional. Desde que os ingressos para os jogos começaram a se esgotar, as igrejas passaram a oferecer aos fãs do esporte uma grande tela, juntamente com lanches e, claro, a palavra de Deus.

A campanha da Missão Eurasia conta com a contribuição de centenas de voluntários que buscam distribuir textos bíblicos nos eventos das igrejas, incluindo o Novo Testamento russo com materiais especiais de discipulado, e convidar as pessoas para participarem de estudos bíblicos e acampamentos de jovens.

Essa ação presenta uma nova abordagem para a pequena comunidade de evangélicos russos, visões, que representam apenas 1% da população.

Fonte: Guiame

 

Tocador de áudio
etas para cima ou para baixo para aumentar ou diminuir o volume.
 

Produção e apresentação: Daniel Beltrão
Coordenação: Kaká Rodrigues
Supervisão: André Castilho
Realização: Rádio Trans Mundial