Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Pois tu, Senhor, abençoas o justo e, como escudo, o cercas da tua benevolência.

(Salmos 5:12)

Trump cumpre promessa, reconhece Jerusalém como capital de Israel, e palestinos anunciam “3 dias de
Fonte: IEMIF - 08/12/2017 - 17h42min
Trump cumpre promessa, reconhece Jerusalém como capital de Israel, e palestinos anunciam “3 dias de

 

A promessa de reconhecer Jerusalém como capital de Israel foi cumprida pelo presidente dos Estados Unidos na última quarta-feira, 06 de dezembro, em um anúncio formal na Casa Branca. Em resposta, grupos palestinos anunciaram que protestos, chamados de “três dias de fúria”, serão feitos.

“Chegou a hora de reconhecer formalmente Jerusalém como capital de Israel”, disse Donald Trump, em um breve discurso, que destacou que a medida era, no fundo, uma admissão da realidade e um gesto de respeito: “Israel é um país soberano que tem o direito de escolher sua capital”, acrescentou.

mudança da embaixada dos Estados Unidos em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém não deve ocorrer imediatamente. O prédio que abrigará diplomatas, embaixador e outros funcionários do governo norte-americano ainda será construído.

Em outro trecho de seu discurso, Trump afirmou que os Estados Unidos, ao reconhecer a cidade como capital de Israel, não estava “determinando o status final da soberania israelense sobre Jerusalém”, e que por isso as negociações de paz continuavam, segundo informações do Jornal Nacional.

“Nas últimas sete décadas, os israelenses construíram um país onde judeus, muçulmanos e cristãos são livres para professar sua fé”, contextualizou, reforçando o discurso de que a violência na região parte dos árabes, em especial, palestinos, o que obriga a uma resposta do governo israelense.

Convite

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, aproveitou o anúncio de Trump para convidar outras nações a tomarem a mesma iniciativa.

Em um discurso na televisão, Netanyahu garantiu que não haverá “nenhuma mudança no status dos lugares sagrados”, mantendo no status atual a situação da mesquita Al-Aqsa, construída no terreno onde Salomão, milênios atrás, ergueu o primeiro Templo em Jerusalém.

De acordo com informações do jornal The Times of Israel, outras nações já abriram negociações para mudar suas embaixadas para Jerusalém. O primeiro movimento foi feito pela República Tcheca, que anunciou, horas após o discurso de Trump, que também reconhece a cidade como capital israelense e que mudará sua embaixada assim que os preparativos estiverem prontos.

Em seguida, o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, enviou mensagem ao governo israelense comunicando que deseja seguir o exemplo dos Estados Unidos e República Tcheca.

Palestinos

O grupo terrorista palestino Hamas anunciou que irá promover “três dias de fúria” em protesto contra a decisão dos Estados Unidos. Ismail Haniyeh, líder dos extremistas palestinos, afirmou que a postura de Trump “ultrapassa linhas vermelhas”, e que sua iniciativa estava “inflamando a centelha de raiva contra a ocupação”.

A reação do consulado dos Estados Unidos foi determinar uma proibição aos cidadãos americanos de viajarem para certas áreas de Israel e algumas partes de países vizinhos.

“Com pedidos generalizados de manifestações a partir do dia 6 de dezembro em Jerusalém e na Cisjordânia, os funcionários do governo dos EUA e seus familiares não estão autorizados a realizar viagens pessoais na Cidade Velha de Jerusalém e na Cisjordânia, incluindo Belém e Jericó, até segunda ordem”, comunicou o consulado.

 
Compartilhar
Comentários
Onde Estamos:

» Av. Automóvel Clube, 17.528
Santa Cruz da Serra - Duque de Caxias - RJ

» Rua 12 n° 3  Atrás do D.P.O,  Nova Campinas, Duque de Caxias

» Rua Ubirajára n° 21, Vila Maria Helena, Duque de Caxias

» Av. Moacyr Padilha 1117, Jardim Primavera, Duque de Caxias

» Rua Leibritz antiga 27 n° 479 (CURVA DO S), Jardim Primavera, Duque de Caxias

» Regional Centro-Oeste
Rua Dr. Laureano-Qd 17-Lt 09
Vila Mauá - Goiânia -GO | Tel: (62) 3639-7480

Contato:
(021)*3658-4454
(021)*3653-4920
© 2011 Ministério Internacional Filadélfia - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por InovaSite